quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Acordares - 11h05

Acordei 3.1
Quando o
sol
entra em libra
e nasce
primavera.
O alumiar
é justiça e amor.
Estico o corpo todo
pro meu ano novo.
E sendo o quente
do concreto o berço.
Nos olhos meus
trago melancolia
de não ter
brisa do mar
no meu amanhecer.
Acaricio
minha pele
minhas
marcas
incentivo o levantar.
A tatuagem chama
e o toque
dispersa sementes
do dente de leão.
Quero criar
raízes
no que mais
desejo ser
vento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário